Outeiro Seco - AQI...

Tempo Outeiro Seco
Sexta-feira, 14 de Abril de 2017

Os teus 98 anos

 

Sr Eustáquio-11.jpg

 OS TEUS 98 ANOS

 

Se não tivesses partido, se fosses ainda vivo, pai Eustáquio, completarias hoje 98 anos de vida. Foi tão pouco o tempo que te separou deste dia, apenas três meses, três meses (incompletos), que fizeram toda a diferença. Resolveste descansar. Pensei que chegasses mais longe. Fiz projetos. Pensei em mil e uma coisa, para te agradar sempre. Que te fizesse feliz. Estavas bem. Nada fazia prever que nos ias deixar. A não ser a tua idade de 98 anos. Mas cheios de lucidez. Tempos atrás contavas-nos histórias à lareira, recordações de outros tempos.

 

Sr Eustáquio-22.jpg

 

E foi por tão escasso tempo. Não calculas pai a alegria que me dava dizer-te, como foste importante na minha vida. Aliás, sempre to disse. Atualmente eras tu o único alicerce da família. O único pilar ainda de pé. O elo a ligar ao passado o nome da nossa família. Composta hoje por elementos, mais novos, mas que sem se aperceberem estão a envelhecer. Fazes-me muita falta, pai Eustáquio. Resta-me a consolação de teres sido avô do Sandro, do Nuno e da Filipa, que te adoravam.

 

Sr Eustáquio-33.jpg

 

E ainda de uns maravilhosos sobrinhos-netos, que te visitaram no ano de 2014, embora distantes, acompanhados dos seus pais, o Alexandre, o Alan e o Aristides. Eram netos da tua irmã Maria, por quem tu tinhas a maior admiração, escondi sempre de ti o seu falecimento, para não te magoar. Porque sei que adoravas a tua irmã. Além de te visitarem para te conhecer, gostaram de ti, e continuam a gostar.

 

Sr Eustáquio-44.jpg

 

Como eu. Não tenho palavras para dizer-te, que o dia de hoje, foi um dia triste, muito triste para mim. Lembrei-me de ti muitas vezes. Perguntar-te se foste feliz, não creio ser necessário. Sei de mais da tua vida, tu sabes. Estive sempre do teu lado. Foste o último a partir. Coube-te a ti conhecer os vindouros, os que conheceste. Nas suas veias corre-lhe o teu sangue. Têm o teu apelido. O nome da família. Gostaria de te ter oferecido um bolo com 98 velas. Este que te deixo não chega a tanto. Que sirva para iluminar o teu caminho até chegares junto de Deus. Se por acaso já lá estiveres, dá um beijo à mãe Bidade. Lembra-te da nossa família. E de mim. Tantas vezes falamos como seria depois. Agora já sabes. Eu ainda não. Mas que esse depois seja melhor, muito melhor do que este mundo em que fiquei. Deixo-te apenas uma flor pai Eustáquio.

 

Sr Eustáquio-55.jpg

 

Teu filho

Isaac

 

Nota: Fotografias propriedade de Isaac Dias

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Humberto Ferreira . Berto Alferes

Pesquisar neste blog

 

Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
25
26
27
28
29
30

Posts recentes

Polinização

Floração

Imagens - Sagrado Coração...

Sinal TV - O Barroso vist...

Escarambões

Lilás

Fotografia - Ao acaso

Fotografia - Gado

Imagens - Santa Ana

Boa Páscoa

Auto da Paixão 2014 - Out...

Os teus 98 anos

Polinização

Marmeleiro

Fotografia - Ao acaso

Fotografia - Gado

Plantas que por tradição ...

Imagens - Nosso Senhor do...

Auto da Paixão 2014 - Out...

CMChaves e Junta de Fregu...

Fotografia - Ao acaso

Exposição Colectiva de Fo...

Fotografia - Gado

Imagens - Nossa Senhora d...

Os esgotos e a aula de ma...

Matança - "Alheiras", "Sa...

Lumbudus - "Ruralidades" ...

Fotografia - Ao acaso

Fotografia - Gado

Imagens - São Miguel

Arquivos

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

acisat

agricultura

aldeias

ama

ambiente

amnistia internacional chaves

ana maria borges

antigamente

aqi

auto da paixão

berto alferes

boticas

casa de cultura

chaves

cogumelos

coleccionismo

comboios

contributos

desporto

dinis ponteira

diogo rolim

direitos humanos

esgotos

exposições

família

fátima

fauna

faustino

feira do gado

feira dos santos

fernando ribeiro

festa do reco

flora

fotografia

galiza

humberto ferreira

incêndio

isaac dias

j.b.césar

joão jacinto

joão madureira

josé arantes

lamartinedias

laura freire

legislação

lixo

luís montalvão

lumbudus

máquinas fotográficas antigas

marco costa

miguel ferrador

montalegre

natureza

notícias

olhares

orçamento participativo

orçamento participativo 2015

outeiro seco

pablo serrano

património

pedro afonso

pitões das júnias

políticos

recortes

regina celia gonçalves

religião

rita gonçalves

romeiro de alcácer

santarém

são sebastião

segirei

sr. luís fernandes

sr.joãojacinto

tiago ferreira

tradições

tupamaro

vamos até

verin

vidago

vítor afonso

todas as tags

Favoritos

Ocasionais

Blogues Amigos




Creative Commons License

AVISO:
A cópia ou utilização das fotografias e textos aqui publicados são expressamente proibidas, independentemente do fim a que se destinam.
Berto Alferes

Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License

Lumbudus

Tradições

Património

Coleccionismo

Fauna

Flora

Aviso




Creative Commons License

AVISO:
A cópia ou utilização das fotografias e textos aqui publicados são expressamente proibidas, independentemente do fim a que se destinam.
Berto Alferes

Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Visitas:

subscrever feeds