Outeiro Seco - AQI...

Tempo Outeiro Seco
Quinta-feira, 3 de Agosto de 2017

Esgotos em Vale Salgueiro e Rio Tâmega - Outeiro Seco - As "verdades" da Junta de Freguesia

 

Em relação ao que referi na semana passada sobre os esgotos e as declarações da Junta de Freguesia ficam extractos dos documentos. Não deixem de ver toda a publicação, pois só assim poderão aferir da confiança, trabalho, determinação, competência e honestidade destes indivíduos.

 

0010-Blogue.jpg

Extracto do despacho de arquivamento do Processo nº 783/16.6T9CHV, com declarações do Carlos Xavier em representação da Junta de Freguesia de Outeiro Seco, composta também pelo Joaquim Pipa e pela Joana Serra

 

 

Cartas.jpg

Extractos das queixas enviadas, por correio registado com aviso de recepção, à Junta de Freguesia de Outeiro Seco, nos dias 16032010 e 29032010

 

 

0011-Blogue.jpg

Comprovativo do registo datado de 29032010, com um custo de 2,56 euros

 

 

0022-Blogue.jpg

De quem é esta assinatura? Será "Carlos Xavier"?

Afinal, o conhecimento do assunto é formal, e chegaram à Junta de Freguesia queixas sobre o mesmo

Comprovativo do Registo datado e assinado em 30032010

 

 

 

JoaquimPipa - Blogue 08062010.jpg

Comprovativo de resposta a um email de 08062010 por parte do Joaquim Pipa, que também está formalmente informado, mas não se manifestou contra as afirmações do seu colega. Para além disso, desde há uns tempos a esta parte, o Quim também recebe as queixas no seu email pessoal

 

 

Joana Serra Blogue 27042014.jpg

Comprovativo de resposta a um email de 27042014 por parte da Joana Serra, que também está formalmente informada, mas que também não se manifestou contra as afirmações do seu colega. Ultimamente, também a Joana tem recebido as queixas no seu email pessoal

 

 

Recibo Junta 21052014 .jpg

Notificação de leitura da Junta de Freguesia de Outeiro Seco de 21052014, que também confirma que o executivo da Junta de Freguesia está formalmente informado e recebe as queixas, pois o email foi aberto

 

 

Queixa 1 26082015.jpg

Comprovativo de envio da queixa nº 1 de 26082015 para a Junta de Freguesia de Outeiro Seco

(só desde esta data às queixas passaram a estar numeradas)

 

 

Queixa 46 27072017.jpg

Comprovativo de envio da queixa nº 46 de 27072017 para a Junta de Freguesia de Outeiro Seco

(com a queixa que receberam hoje 03082017 o número de queixas é de 47 desde 26082017, antes desta data perdi-lhes a conta)

 

E não há muito mais para dizer. O endereço postal e o de correio electrónico da Junta de Freguesia de Outeiro Seco mantiveram-se ao longo de todo este tempo, pelo que não é credível que não tenham recebido as queixas. Isso era antigamente, com ligações de fraca qualidade, em que quando o destinatário não queria / não lhe interessava receber um determinado email dizia que não o tinha recebido. Hoje as comunicações são fiáveis e quando um email não é entregue, recebemos automaticamente na nossa caixa de correio uma mensagem de erro. Para além disso, todas as instituições públicas disponibilizam um endereço de correio electrónico que tem a mesma validade de um endereço postal e com custos bem menores. Seria impensável enviar queixas para estas entidades por carta registada com aviso de recepção a um custo unitário de 2,56 euros (a preços de 2010) + envelopes + impressões + deslocações + etc..., só para que os "ilustres" destinatários se sintam "formalmente informados".

 

Como se pode ver, também, as declarações feitas no Ministério Público não correspondem à verdade. Todo o executivo da Junta de Freguesia de Outeiro Seco está formalmente informado, quer por carta, quer por email e recebeu dezenas de queixas e centenas de imagens sobre este assunto ao longo de quase 10 anos de poluição. Se fossem pessoas minimamente honestas, iriam novamente ao Ministério Público para alterar as suas declarações e talvez assim o processo não fosse arquivado e os responsáveis fossem punidos pelos seus actos.

 

Este é claramente um dos motivos pelos quais os problemas de poluição nunca foram resolvidos. As falsas declarações públicas do executivo da CMChaves e como vemos agora, da Junta de Freguesia de Outeiro Seco perante o Ministério Público, foram sempre travões à resolução deste problema ao longo dos anos. Se estes indivíduos são capazes de fazer declarações deste género em público e perante o Ministério Público onde (quase) tudo fica registado, imagino o que dirão a "portas fechadas". Pelos vistos, nunca se tratou de uma birra entre o David e o Golias, sempre foi uma longa luta entre o David e a vasta família do Golias, que por sinal parece ter tido mães muito férteis.

 

Custa-me perceber porque prejudicam a Aldeia com silêncio e inactividade e, quando falam, com mentiras. Que benefícios retiram daí? Não é por nada, mas gostava de saber o que ganharam ou ganham com isso.

 

Já disse e escrevi algumas vezes, que se os elementos da Junta de Freguesia têm dívidas pessoais para com a CMChaves ou algum dos membros do seu executivo, que as paguem dos próprios bolsos, mas que não utilizem a Aldeia para isso, prejudicando-a com lixeiras e esgotos a céu aberto, como têm feito este tempo todo.

 

Depois, ainda afirmam que "a Junta de Freguesia não tem qualquer participação directa ou indirecta na situação em apreço".  É preciso serem bem hipócritas e cobardes. Enfim...

 

Não sei para que escreveram (ou lhes escreveram) num dos seus programas eleitorais:

"- Ambiente – Contribuir para a Educação Ambiental, nomeadamente junto dos mais novos; continuar a manter todos os espaços verdes bem conservados; conservar a freguesia limpa e asseada, como orgulhosamente tem acontecido. Lutar contra a degradação ambiental e incêndios, através da prevenção (informação, sinaléctica,…) e serviços de fiscalização." (os sublinhados são meus).

Não tem piada nenhuma, mas dá para rir.

 

Como é lógico e como podem ver pelas imagens publicadas abaixo, a famosa obra que estaria concluída em Junho continua por acabar, mas isso, como todos sabem, já são mentiras do executivo da CMChaves.

 

Ficam o contador actualizado e as imagens mais recentes captadas dia 30072017: 

Nº de dias de poluição (desde 20102007) = 3574 dias

Nº de dias de atraso da obra (desde Junho / desde 04072017) = 62 dias / 29 dias

 

Para ver mais fotos de quase 10 anos de poluição diária (desde 20 de Outubro de 2007) siga a ligação: http://outeiroseco-aqi.blogs.sapo.pt/tag/esgotos

 

_DSC1855.JPG

 

 

_DSC1856.JPG

 

 

_DSC1857.JPG

 

 

_DSC1858.JPG

 

 

_DSC1859.JPG

 

 

_DSC1860.JPG

 

 

_DSC1861.JPG

 

 

_DSC1862.JPG

 

 

_DSC1863.JPG

 

 

_D757388-Verão1.jpg

 

 

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Humberto Ferreira . Berto Alferes

Pesquisar neste blog

 

Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Vamos até Santo André - M...

Dia Mundial da Fotografia

Capela de Sant'Ana / Sant...

Câmara Municipal de Chave...

Imagens - Santa Rita

Fotografia - Ao acaso

Fotografia - Suas cabras!

Vamos até Santo André - M...

Natureza

Igreja de Nossa Senhora d...

Câmara Municipal de Chave...

Imagens - Santa Ana

Fotografia - Ao acaso

Fotografia - Gado

Rapa das Bestas - Sabuced...

Natureza

Capela de Nossa Senhora d...

Esgotos em Vale Salgueiro...

Imagens - São Gregório

Fotografia - Ao acaso

Fotografia - Gado

Rapa das Bestas - Sabuced...

Natureza

Nosso Senhor dos Desampar...

Câmara Municipal de Chave...

Imagens - "São Ceriz"

Fotografia - Ao acaso

AMA - Associação Mãos Ami...

Rapa das Bestas - Sabuced...

Natureza

Arquivos

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

acisat

agricultura

aldeias

ama

ambiente

amnistia internacional chaves

ana maria borges

antigamente

aqi

auto da paixão

berto alferes

boticas

casa de cultura

chaves

cogumelos

coleccionismo

comboios

contributos

desporto

dinis ponteira

diogo rolim

direitos humanos

esgotos

exposições

família

fátima

fauna

faustino

feira do gado

feira dos santos

fernando ribeiro

festa do reco

flora

fotografia

galiza

humberto ferreira

incêndio

isaac dias

j.b.césar

joão jacinto

joão madureira

josé arantes

lamartinedias

laura freire

legislação

lixo

luís montalvão

lumbudus

máquinas fotográficas antigas

marco costa

miguel ferrador

montalegre

natureza

notícias

olhares

orçamento participativo

orçamento participativo 2015

outeiro seco

pablo serrano

património

pedro afonso

pitões das júnias

políticos

recortes

regina celia gonçalves

religião

rita gonçalves

romeiro de alcácer

santarém

são sebastião

segirei

sr. luís fernandes

sr.joãojacinto

suas cabras

tiago ferreira

tradições

tupamaro

vamos até

verin

vidago

vítor afonso

todas as tags

Favoritos

Ocasionais

Blogues Amigos




Creative Commons License

AVISO:
A cópia ou utilização das fotografias e textos aqui publicados são expressamente proibidas, independentemente do fim a que se destinam.
Berto Alferes

Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License

Lumbudus

Tradições

Património

Coleccionismo

Fauna

Flora

Aviso




Creative Commons License

AVISO:
A cópia ou utilização das fotografias e textos aqui publicados são expressamente proibidas, independentemente do fim a que se destinam.
Berto Alferes

Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Visitas:

subscrever feeds