Outeiro Seco - AQI...

Tempo Outeiro Seco
Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2013

"Varandas" por Luís Fernandes

 

Num comentário de dia 15, o Sr. Luís Fernandes teve a amabilidade de deixar um texto de sua autoria intitulado "Varandas". Achei por bem, dada a sua qualidade e com a autorização do autor, de lhe dar maior destaque publicando-o hoje. Espero que gostem, como eu gostei.

 

“Varandas” …

 

E das varandas lançávamos à sorte os nossos sonhos - de aventuras ao deus-dará; de conquistas infindáveis que nos iriam tornar grande e glorioso no regalo de viver;

 

 

Varanda de Outeiro Seco – Sra. Alice

 

de colheitas de bens e de frutos com que encheríamos imensos sacos, seiras, cestas e arcas, que traríamos para casa , a compensar as faltas sentidas; na conquista daquele altaneiro castelo, defendido por íngremes escarpas, grossas muralhas e medonhos dragões à porta, a lançar fogo, com enormes garras tão afiadas, e em cuja torre mais alta estava prisioneira a nossa fada-princesa, que iríamos tomar nos braços e, com ela, sermos «eternamente feliz».

 

 

Varanda de Chaves

 

Das Varandas, o olhar do mundo abarca outra dimensão.

Olhamos em frente, e o horizonte avisa-nos que ainda não encontramos tudo o que procuramos; olhamos para cima, e o céu, brilhante e estrelado, encantador, ou com nuvens, ameaçador, enche-nos de assombro ou de temor, e descobrimos que a Vida é uma enorme insignificância no Infinito; olhamos para baixo, e interrogamo-nos por que a pegada humana tanto estraga os caminhos por onde anda!

 

 

Varanda de Segirei

 

As Varandas eram o topo do mundo onde a nossa namorada deixava o sinal da hora da ida à fonte ou à missa, segar erva ou ir a casa da madrinha (que abençoava ambos), lá na Aldeia.

 

 

Varanda do Cambêdo

 

As Varandas eram o topo do mundo onde a amiga da namorada vinha espreitar a nossa sombra para ir à sala avisá-la que já não eram horas de estudar mais os sistemas cristalinos triclínicos dos minerais, mas, sim, horas de ir ao encontro da validação das leis químicas do amor, lá na Cidade.

 

Luís Fernandes

 

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Legislação de Interesse

 

Reorganização Administrativa Territorial Autárquica

Resolução do Conselho de Ministros 3/2013 16/01/2013

Cria a Equipa para os Assuntos da Reorganização Administrativa Territorial Autárquica

 

Seguros

Portaria 15-A/2013 1.º Suplemento 16/01/2013

Fixa a taxa a pagar pelas empresas de seguros e entidades gestoras de fundos de pensões, a favor do Instituto de Seguros de Portugal, para o ano de 2013

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:01

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2013

Contributos - Sr. João Jacinto - "Lendas de Outeiro Seco - A Moura Encantada"

 

 

 

Lendas de Outeiro Seco: A MOURA ENCANTADA

 

Junto à verdejante e mimosa aldeia de Outeiro Seco, encontra-se uma elevação de terreno bastante grande, a qual denominam pelo nome de "O CABEÇO".

 

 

Ao poente, avista-se a povoação de Bustelo, embutida na serra que lhe dá beleza e atracção, ora oferecendo à nossa vista o verde carregado dos pinhais, ora o doirado das searas quando estão maduras; ao norte veem-se algumas terras de cultivo e o pequeno ribeiro que apressado vai cantando as suas canções por entre os amieiros das margens, aos quais dá ósculo de despedida. Quem deixando de contemplar a paisagem, se resolve descer a encosta em direcção ao ribeiro, no meio da descida encontrará uma gruta, à qual chamam a gruta da moura encantada.

 

 

Era primavera. À volta tudo estava transformado num jardim encantador que oferecia ao visitante não só a beleza incomparável das mais variadas flores, como também o suave aroma que se desprendia das suas corolas pairava no ar por toda a parte. Como aí as pastagens eram abundantes, pois na aldeia infelizmente havia muitos rebanhos, para aí iam com frequência os pastores.

 

 

Um dia, enquanto os outros saboreavam as merendas, um pastor encontrava-se em silêncio. Causando grande admiração aos restantes, porque era sempre o mais tagarela. Assentado numa pedra com a mão a fazer de suporte à cabeça, sem olhar perdia-se na amplidão do horizonte, enquanto passavam na sua mente os mais variados pensamentos. O Sr. Joaquim, como o mais velho na idade e na vida pastoril, olhando para o jovem pastor, disse em tom de riso:

 

- "Pobre rapaz! desde que te lembraste de casar com a filha do Zé Gaiteiro, a alegria não quis ficar contigo. Porque não namoras com a Justina pastora, que é uma rapariga bonita e se morre por ti? Querias ser fidalgo!..."

 

Mas o jovem não fez o mais pequeno movimento, o velho ao notar não serem escutadas por ele as suas palavras, um tanto zangado, dá um empurrão ao Manuel, que o lançou por terra. Só neste momento, o jovem pastor olhou para o velho, perguntando-lhe o que desejava. O velho, já raposa matreira logo notou que havia alguma coisa de extraordinário no rapaz fazendo-se o melhor amigo logo acrescentou:

 

- "Vinha chamar-te para ver se queres comer da minha merenda, pois andas tão triste...... se alguém te fez qualquer desfeita diz-me quem foi porque esse ultraje o vingarei, como só eu sou capaz...."

 

- "Não", acrescentou o jovem. "Sinto em mim tanta alegria e também tão grande tristeza, que não posso mais. Como, o tio Joaquim é um velho amigo e sei que não diz nada, vou contar-lhe o motivo porque estou assim. Conhece ali em baixo a gruta?"

 

- "Oh se conheço, exclamou o velho. Faz amanhã quinze dias que eu estive lá, recolhido para não me molhar, porque chovia a cântaros."

 

- "Nessa gruta", continuou o Manuel, "está uma moira encantada que já falou algumas vezes comigo e amanhã de tarde, torna-me a aparecer e fica junto de mim para nos casarmos, ou dar-me-à uma grande quantia de dinheiro."

 

 

O velho, ao ouvir falar em dinheiro, ficou com grande inveja, por causa de a linda moura encantada o não ter escolhido, para as suas grandes dádivas e conversar, porque embora velho, era o mais esperto e bonito dos pastores, dizia o tio Joaquim para consigo. Despedindo-se do rapaz, que de novo se assentou na pedra, foi logo dizer a notícia aos outros. À noite, toda a povoação tinha conhecimento da habitação da moura encantada, e na tarde seguinte, todos os habitantes se dirigiram para a gruta, onde já se encontrava o rapaz. Embora esperassem bastante tempo dizia a lenda, nada lhes apareceu, pois o pastor tinha dito tais coisas porque estava louco.

 

Autor: L. M. C.

Ano: 1959

 

João Jacinto

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Legislação de Interesse

 

Ministério das Finanças

Despacho n.º 796-B/2013

Despacho que aprova as tabelas de retenção na fonte para o ano de 2013

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:01

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 15 de Janeiro de 2013

Vamos até Chaves - As varandas

 

 

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

UTAO e CFP estão a recrutar economistas / econometristas e afins

 

Tanto a Unidade Técnica de Apoio Orçamental (que é uma unidade da Assembleia da República) quanto o Conselho de Finanças Públicas estão a recrutar quadros superiores altamente qualificados nas áreas de economia / econometria de preferência com experiência na área de modelização em finanças públicas.

 

Estas duas instituições estarão mesmo a competir entre si com a segunda (mais recente) a ameaçar canibalizar a primeira. Recorde-se que a missão de ambas as entidades tem pontos de contacto muito evidentes ao ponto de legitimar dúvidas quanto ao sentido desta redundância pelo menos parcial de competências.

Vamos ao que poderá interessar a eventuais candidatos. Podem concorrem técnicos que tenham ou não vínculo ao estado e não é claro qual o enquadramento remuneratório em qualquer um dos casos, mas eis as ligações para a informação fundamental:

 

Na UTAO:

Na CFP:

 

Fonte:

http://economiafinancas.com/2013/utao-e-cfp-estao-a-recrutar-economistas-econometristas-e-afins/

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:03

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Legislação de Interesse

 

Crimes da Responsabilidade de Titulares de Cargos Políticos ou de Altos Cargos Públicos

Lei 4/2013 14/01/2013

Crimes da responsabilidade de titulares de cargos políticos ou de altos cargos públicos (4.ª alteração à Lei n.º 34/87, de 16 de julho)

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:01

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2013

Folhas de videira

 
  
 

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 13 de Janeiro de 2013

Achados - Alba, Casula romana e manípulo

 

Hoje, voltamos a recorrer à colecção de vestes e objectos litúrgicos, para mostrar mais um conjunto composto pela alba, casula romana e manípulo. Embora o conjunto, mais uma vez, não esteja completo, as três peças que "sobreviveram" ao passar do tempo, ainda se encontram em bom estado de conservação.

 

A quem interesse obter mais informações sobre estes objectos, poderá recorrer, por exemplo, a esta ligação:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Veste_lit%C3%BArgica

 

Alba e casula romana - Frente

 

 

Alba e casula romana - Costas

 

 

Manípulo

 

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 12 de Janeiro de 2013

Troncos de videira - 2

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Legislação de Interesse

 

Associativismo Jovem

Portaria 10/2013 11/01/2013

Quinta alteração à Portaria n.º 1230/2006, de 15 de novembro que cria os programas de apoio financeiro ao associativismo jovem (PAJ, PAI e PAE) e aprova o respetivo Regulamento

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:01

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 11 de Janeiro de 2013

Cores de Inverno

 

 

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Legislação de Interesse

 

Arrendamento

Portaria 7/2013 10/01/2013

Determina a composição do mapa de pessoal do Balcão Nacional do Arrendamento Portaria 9/2013 10/01/2013 Regulamenta vários aspetos do Procedimento Especial de Despejo

 

Associações Públicas Profissionais

Lei 2/2013 10/01/2013

Estabelece o regime jurídico de criação, organização e funcionamento das associações públicas profissionais

 

Declaração Mensal de Remunerações - AT

Portaria 6/2013 10/01/2013

Aprova a Declaração Mensal de Remunerações - AT e as respetivas instruções de preenchimento e revoga a Portaria n.º 426-C/2012, de 28 de dezembro

 

Segurança Social

Decreto-Lei 3/2013 10/01/2013

Determina que durante o ano de 2013 o pagamento do montante adicional das pensões de invalidez, velhice e sobrevivência atribuídas pelo sistema de segurança social, referente ao mês de dezembro, relativamente aos pensionistas cuja soma das pensões seja igual ou superior a (euro) 600, e do subsídio de Natal dos aposentados, reformados e demais pensionistas da Caixa Geral de Aposentações, seja efetuado em duodécimos

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:01

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2013

Troncos de videira - 1

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Legislação de Interesse

 

Fornecimento de Bens Alimentares para Consumo Humano - Prazos de Pagamento

Decreto-Lei 2/2013 09/01/2013

Primeira alteração ao Decreto-Lei n.º 118/2010, de 25 de outubro, reduzindo o prazo limite de pagamento para 30 dias quando o credor for uma micro ou pequena empresa de bens alimentares exclusivamente destinados ao consumo humano

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:01

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 9 de Janeiro de 2013

Contributos - Sr. João Jacinto - "As Tainadas em 1960"

 

 

AS TAINADAS EM 1960

 

Continuamos ainda nos anos 60, rico em várias histórias, Outeiro Seco não fugia à regra. Nesta bela aldeia a escassos quilómetros de Chaves, muitas das vezes se assistia a verdadeiras risotas.

 

Sempre houve em todas as aldeias, como em Outeiro Seco, quem gostasse de fazer umas tainadas, à custa do alheio, reunindo-se para isso um grupo de amigos, e elegendo um determinado alvo. Mas este trata-se de um caso que vai parar as mãos da G. N. R..

 

Estávamos no mês de Dezembro, frio por natureza e convidativo a lareira e a um bom repasto, acompanhado de uma boa pota de vinho, era ano de 1960, já nos finais.

 

O José Chaves, mais conhecido na aldeia pelo (Zé Rico), tinha no lugar do Forno, perto de casa onde vivia umas galinhas, que entravam e saiam por um buraco na porta de madeira. Essas galinhas durante o dia andavam pela rua, como era costume na aldeia, e à noite recolhiam ao lugar de pernoita (lugar do Forno).

 

 

O alvo foi seleccionado e pensado pelo grupo de amigos das tainadas. Pelas 2 horas da manhã as galinhas sumiram do lugar do Forno. Tendo o José Chaves dado conta de uns barulhos, mas não ligou pois a noite estava fria.

 

Quando pela manhã foi ao dito lugar, dar de comer as galinhas, notou que faltavam duas. Procurou e não as encontrou, lembrou-se do barulho que sentiu quando estava na cama, verifica junto à porta e há vestígios de penas.

 

Chega a casa, comenta com a mulher (Natália), a falta das galinhas. Mas o José Chaves tinha cá umas desconfianças, e não pensou mais, avisa a Natália que vai à cidade dar parte à GNR, pois não se iriam rir dele.

 

Pôs-se a caminho da cidade, dirigiu-se ao posto da GNR. Já no posto apresentou queixa. O comandante do posto procurou-lhe se desconfiava de alguém. Ao qual respondeu que sim! Quem?. O José Chaves fica na dúvida sim ou não. Mas lá responde na sua calma,

 

- “São meus vizinhos…”

 

e desembucha:

 

- “É o Guilhermino Chaves, a Maria Chaves e o Jacinto Chaves, a Ana Chaves e o António Moura.”

 

E assim ficou.

 

Mal o José Chaves chega a Outeiro Seco, já a GNR lá estava. O Sargento da GNR, mais duas praças começaram o interrogatório e a respectiva investigação.

 

Ora vira para aqui, vira para ali e nada de nada. Pois já passava do meio da manhã e nada de se descobrir as galinhas, na aldeia tudo procurava o que se passava.

 

 

Muito rápido o Sargento, chama as duas praças, diz-lhe para o acompanharem até casa do Guilhermino Chaves, entram na cozinha encontram três potes ao lume. O Sargento começa a correr a cozinha, espreita aqui, espreita ali, nada de nada, verifica o primeiro pote e nada, o segundo e nada, ao verificar o terceiro pote, qual o seu espanto, aí estavam as galinhas já a serem cozinhadas.

 

O Sargento não esteve com meias medidas, apreendeu as galinhas, e devolveu-as ao José Chaves.

 

E lá se foi a tainada, pobre estômago, que apenas se ficou pela sopa. E esta hem!!!!!!

 

João Jacinto

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Oportunidades de Emprego - Banco de Portugal

 

O Banco de Portugal está a recrutar (Economia, Finanças ou Gestão, Matemáticas, Estatística). Quem tiver interesse, pode seguir esta ligação, onde encontrará as informações necessárias:

 

http://www.bportugal.pt/pt-PT/OBancoeoEurosistema/Recrutamento/Paginas/default.aspx

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:01

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 8 de Janeiro de 2013

Pássaros

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Legislação de Interesse

 

Apoio à Contratação de Desempregados com Idade Igual ou Superior a 45 Anos

Portaria 3-A/2013 1.º Suplemento 04/01/2013

Cria a medida de Apoio à contratação de desempregados com idade igual ou superior a 45 anos, via Reembolso da Taxa Social Única (TSU), de ora em diante designada por Medida

 

Arrendamento

Decreto-Lei 1/2013 07/01/2013

Procede à instalação e à definição das regras do funcionamento do Balcão Nacional do Arrendamento e do procedimento especial de despejo

 

Programa de Estágios Profissionais

Portaria 3-B/2013 1.º Suplemento 04/01/2013

Segunda alteração à Portaria n.º 92/2011, de 28 de fevereiro, que regula o Programa de Estágios Profissionais

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:01

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 7 de Janeiro de 2013

Ramadas de Inverno - 2

 

A salgadeira

 

 

A careta

 

 

As peitugas

 

 

Os presuntos

 

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Humberto Ferreira . Berto Alferes

Pesquisar neste blog

 

Fevereiro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

Posts recentes

Castelo de Monforte de Ri...

Águas Frias

Igreja de Nossa Senhora d...

Boas notícias: CMChaves n...

Geada

Geada

Geada

Bolideira

Pedra da Bolideira

Igreja de Nossa Senhora d...

Terceiro Passo (Via Sacra...

Igreja de São Miguel (Mat...

Capela de Santana (Santa ...

Castelo de Monforte de Ri...

Castelo de Monforte de Ri...

Igreja de Nossa Senhora d...

Tanque

Solar dos Montalvões

Hoje, São Sebastião em Vi...

Dia 20, vamos até ao São ...

Dia 20, vamos até ao São ...

Igreja de São Miguel (Mat...

Igreja de Nossa Senhora d...

Nosso Senhor dos Desampar...

Azeitona

Castelo de Monforte de Ri...

Castelo de Monforte de Ri...

Ex-escolas primárias

Romã

Igreja de Nossa Senhora d...

Arquivos

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

agricultura

águas de chaves

águas frias

aldeias

alturas do barroso

ama

ambiente

amial

amiar

amnistia internacional chaves

ana maria borges

antigamente

antónio souza e silva

ao acaso

aqi

aquanatur

aquavalor

arte digital

auto da paixão

barroso

berto alferes

boticas

camera collector

casa de cultura

cerdeira

chaves

chaves em festa

cidade de chaves

cogumelos

coleccionismo

comboios

contributos

desporto

dinis ponteira

esgotos

estrada nacional 2

exposições

fauna

faustino

feira do gado

feira dos santos

fernando ribeiro

festa comunitária

festa do reco

flora

fotografia

fotografia antiga

friães

galiza

humberto ferreira

j.b.césar

joão jacinto

joão madureira

lamartinedias

laura freire

legislação

lixo

lumbudus

máquinas fotográficas antigas

montalegre

museu de fotografia

n2

natureza

notícias

o poema infinito

old cameras

olhares

orçamento participativo

orçamento participativo 2015

outeiro seco

património

políticos

poluição

poluição em chaves

portugal

rapa das bestas

recortes

religião

rio tâmega

romeiro de alcácer

rota termal e da água

santarém

são sebastião

sarraquinhos

seara

sr. luís fernandes

sr.joãojacinto

suas cabras

telhado

termas de chaves

tiago ferreira

tradições

trás-os-montes

vamos até

verin

vidago

vidago palace hotel

vintage cameras

visit chaves

vítor afonso

todas as tags

Blogues Amigos




Creative Commons License

AVISO:
A cópia ou utilização das fotografias e textos aqui publicados são expressamente proibidas, independentemente do fim a que se destinam.
Berto Alferes

Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License

Lumbudus

Tradições

Património

Coleccionismo

Fauna

Flora

Aviso




Creative Commons License

AVISO:
A cópia ou utilização das fotografias e textos aqui publicados são expressamente proibidas, independentemente do fim a que se destinam.
Berto Alferes

Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

subscrever feeds