Outeiro Seco - AQI...

Tempo Outeiro Seco
Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2013

AQI Antigamente - Fragmentos da nossa história

 

Aproveitamos o dia de Carnaval para iniciar a publicação de fotografias antigas (e outros documentos), quer de arquivo próprio, quer de amigos que tenham interesse em contribuir e em recuperar algumas imagens da história da nossa Aldeia.

 

Aqueles que estejam interessados, podem fazer-me chegar as fotografias em formato digital através do meu email (jhumbertoferreira@sapo.pt) ou quando não disponham desses meios, podem entregá-las em mão própria e tratarei da sua digitalização e recuperação, sempre que dela necessitem e seja possível. A digitalização a partir do negativo também é possível.

Sempre que queiram anexar às mesmas algum texto, poderão fazê-lo pelos mesmos meios.

 

Em todas as fotos aqui publicadas será aposta a marca de água "AQI", no sentido de preservar, como mínimo, o direito de propriedade e assim tentar evitar abusos na utilização indevida e sem autorização das mesmas.

 

Também será sempre incluida na fotografia a menção da sua proveniência ou o nome da pessoa que a facultou, a não ser que expressamente solicitem o anonimato, o que respeitarei.

 

As duas fotos de hoje são o contributo do meu vizinho Armindo Escaleira, em que mostra o seu pai - Augusto Escaleira - numa das suas actividades preferidas - o Carnaval. Agradeço ao Armindo estas fotos e outras que oportunamente serão publicadas.

 

Espero que gostem e que tal como o Armindo, contribuam.

 

 

 

 

Propriedade das fotografias: Armindo Chaves Sousa (Armindo Escaleira)

 

Nota:

A cópia ou utilização das fotografias e textos aqui publicados são expressamente proibidas, independentemente do fim a que se destinam.

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Ver comentários (8) | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2013

XVIII Encontro de Blogues e Fotógrafos Lumbudus - Retratos - 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(Continua...)

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 10 de Fevereiro de 2013

XVIII Encontro de Blogues e Fotógrafos Lumbudus - Retratos - 1

 

(Continuação...)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(Continua...)

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 9 de Fevereiro de 2013

XVIII Encontro de Blogues e Fotógrafos Lumbudus - Resultados - 3

 

(Continuação...)

 

De seguida, o destino foi a aldeia de Alturas do Barroso, onde também se celebra o São Sebastião, mas com menor mediatismo e população visitante.

 

 

 

 

 

 

 

 
Continuava a chover, mas os mais destemidos, arranjavam sempre forma de procurar a melhor imagem. 

 

 

 

A última paragem foi no Hotel Rio Beça, na Carreira da Lebre – Boticas, onde fomos bem servidos e pudemos “secar” a chuva que colhêramos durante o dia.

 

 

Aí teve lugar também a celebração de um acordo de parceria oficial entre a Lumbudus – Associação de Fotografia e Gravura e o Centro de Desenvolvemento  Rural – Portas Abertas de Vilardevós. Digo “oficial” porque a colaboração entre estas duas Entidades já vinha a verificar-se desde há vários anos, ficando também determinado que o próximo encontro de verão se fará em terras dos nossos Amigos Galegos.

 

Carmen Serrano e Fernando Ribeiro, representantes da CDR Portas Abertas e Lumbudus, respectivamente

 

Por fim houve lugar à distribuição dos prémios de fotografia do concurso que decorreu no anterior encontro realizado a 16/06/2012, na Galiza, onde percorremos o rio Tâmega até à sua nascente.

 

 

 

 

Nos seguintes três posts serão publicados retratos pela ordem em que foram captados, como os que se seguem.

 

 

 

 
 
 
 
Deixo, AQI, algumas ligações de interesse (por ordem alfabética), onde poderão saber mais sobre esta festa, sobre o encontro e apreciar belas fotos.
 
 

(Continua...)

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Estágios profissionais remunerados no Banco de Portugal

 

O Banco de Portugal tem aberto concurso para o seu habitual programa de estágios profissionais remunerados destacando-se a abrangência das habilitações académicas requeridas (nove ou mais licenciaturas distintas são admissíveis). Os interessados deverão enviar as respetivas candidaturas até ao próximo dia 25 de fevereiro de 2013.

 

Os estágios profissionais remunerados do Banco de Portugal iniciar-se-ão em outubro de 2013, terão a duração de seis meses e podem culminar na integração do quadro da instituição na carreira de técnico superior. Estes estágios destinam-se a recem-licenciados que à data já tenham concluído a parte escolar do mestrado.

 

Fonte:

http://www.bportugal.pt/pt-PT/OBancoeoEurosistema/Recrutamento/Paginas/default.aspx

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:01

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2013

XVIII Encontro de Blogues e Fotógrafos Lumbudus - Resultados - 2

 

(Continuação...)

 

O mesmo fizemos nós, dirigindo-nos à aldeia de Vilarinho Seco, onde o património arquitectónico é importante e onde tive oportunidade de conhecer o Pedro Medeiros, que para além de ser o proprietário do café local, tem uma colecção de objectos tradicionais antigos (em jeito de mini-museu), quer expostos no café (interior e exterior) bem como numa sala que já serviu de palco a filmagens, onde não falta um enorme forno a lenha.

 

 

 

 

 
 
 
 
 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E para complementar tudo isto, havia animação.

 

 

 

 

 

(Continua...)

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 7 de Fevereiro de 2013

XVIII Encontro de Blogues e Fotógrafos Lumbudus - Resultados - 1

  

No passado dia 20 de Janeiro teve lugar o encontro de inverno organizado pela Associação Lumbudus e o Centro de Desenvolvemento Rural Portas Abertas.

 

 

Desta vez rumamos à Vila Grande (Couto de Ornelas), Alturas do Barroso e Vilarinho Seco, no concelho de Boticas para participar nas Festas Comunitárias de São Sebastião.

 

 

Embora já tivesse sido convidado em anos anteriores para visitar esta Festa em Honra de São Sebastião, por uns ou outros motivos, nunca pude estar presente, pelo que esta foi a primeira vez.

 

 

O que mais impressiona é a quantidade de gente de diversos lugares do país que rumam por meios próprios ou de autocarro a essa festa.

 

 

Era um Domingo, mas algum santo quis que chovesse sem dar tréguas, mas nem mesmo a chuva e o frio demoveu a multidão que os mordomos estimavam em mais de 4.000 pessoas.

 

 

 

Entretanto, na rua já estava colocada a mesa (composta de cavaletes e tábuas) com cerca de 700 metros e ao longo da mesma, já alguns grupos de pessoas iam guardando o lugar ou petiscando do farnel que trouxeram de casa, enquanto aguardavam pelas broas, pelo arroz e pela carne.

 

 

As quantidades que cada ano são cozinhadas, são idênticas e cifram-se em 1.300 broas (encomendadas), 160 kgs. de arroz e 360 kgs. de carne de porco. Um conjunto de 30 potes envolve uma fogueira alimentada pelas cozinheiras, que depois de cozer a carne, recebe o arroz.

 

 

Acabada a missa na Igreja Paroquial de São Pedro, a procissão dirige-se a Casa do Santo para que o Padre bendiga os alimentos que depois vão ser distribuídos pelos visitantes.

 

 

 

Depois são estendidas na mesa as toalhas de linho e o “homem da vara” (feita de cana da Índia) determina o local onde devem ser colocados os alimentos. A cada 1,5 metros (medida da vara), são colocados uma broa, um prato de arroz e um prato de carne. Enquanto isso é dada a beijar a imagem de São Sebastião e é feito um peditório pelos comensais que queiram contribuir.

 

 

 

À par da tradição desta festa comunitária, não faltaram os vendedores ambulantes que aproveitavam a multidão para tentar ganhar a vida e contrariar a crise que atravessamos.

 

 

 

E como dizem que “Merenda comida, companhia desfeita”, ainda os alimentos estavam a ser colocados a meio da longa mesa e já os primeiros a serem servidos “fugiam” para se recolherem da chuva.

 

 

 

Ficam mais algumas imagens de pormenores que se foram fixando e que caracterizam a aldeia.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(Continua...)

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2013

Contributos - Sr. João Jacinto - "Outeiro Seco e a República"

 

 

 

OUTEIRO SECO E A REPÚBLICA

 

Percorrendo a nossa história verificamos que Outeiro Seco sofreu sempre as consequências, das várias invasões levadas a cabo contra a vila de Chaves. Chegou a ser saqueada, incendiada pelos castelhanos, esteve debaixo do seu domínio vários anos, além de várias outras.

 

Com a implantação da República em 1910, sendo a primeira aldeia a aderir à causa republicana, é a primeira aldeia a ter junta republicana. Dos seus habitantes mais de 80%, aderem à causa republicana, apenas uns 20%, aderem ainda à monarquia, estes sobre a influência do Padre Liberal Sampaio, sendo instigados por ele várias vezes.

 

(Composição) Postal: Colecção privada - Bandeira: Wikipédia

 

Com as revoltas de Paiva Couceiro, a tentativa de invasão de Chaves no dia 8 de Julho de 1912. Outeiro Seco mais uma vez defende a República, enquanto várias outras aldeias, aderem à causa monárquica. Tudo isto se devia a um outeiro-secano que desde o primeiro momento da implantação da República defendeu os ideais republicanos, pois além de padre era um republicano convicto.

 

(Composição) Postal: Colecção privada - Bandeira: Wikipédia

 

Depois do 8 de Julho de 1912, formam-se os partidos políticos, entre eles o Partido Democrático, além do Partido Evolucionista, este liderado em Chaves por António Granjo.

 

Mais uma vez Outeiro Seco, seria a primeira aldeia a ter uma Comissão Política do Partido Evolucionista.

 

Estávamos em Setembro de 1912:

 

Fonte: Fundação Mário Soares

 

Partido Evolucionista

 

Abade João do Rio deu a sua adesão ao partido Evolucionista. O abade de Santo Estêvão Sr. padre João Pereira do Rio é conhecido em toda a região como sendo um dos homens políticos que goza da mais justa e larga influência, verdadeiro pároco, essa influência vem-lhe de acudir à necessidade dos seus paroquianos guiando-os na vida, acompanhando-os a toda a parte em que o seu exemplo e a sua palavra lhe podem ser úteis. Não é dos que cultiva o votante - é daqueles a quem o votante acompanha espontaneamente, certo de que, com o padre João do Rio seguirá pelo bom caminho. É das adesões que nos envaidecem não tanto pela importância política, mas sobretudo pelo valor moral.

 

Caligrafia e assinatura do Abade João Pereira do Rio - 1898
Fonte: Arquivo Distrital de Vila Real

 

Comissão Evolucionista de Outeiro Seco

 

José Pereira do Rio - Proprietário de Outeiro Seco

José Joaquim Pipa - Proprietário de Outeiro Seco

Manuel da Costa - Proprietário de Santa Cruz (pai da Tia Bia)

Júlio Gonçalves Sevivas – Proprietário de Santa Cruz

 

Substitutos

 

António José de Sousa – Proprietário de Santa Cruz

Francisco Chaves - Proprietário de Outeiro Seco

Francisco Coelho - Proprietário de Outeiro Seco

Luciano Chaves - Proprietário de Outeiro Seco

 

Fonte: Despacho de 25/11/1911 da Direcção Geral dos Eclesiásticos

 

A comissão cujos nomes asseguram a maioria incontestável dos habitantes da freguesia a favor do Evolucionismo, vai envidar todos os seus esforços para que os cidadãos evolucionistas da freguesia formem uma verdadeira família política, consciente do seu fim, que é concorrer para se estabelecer a paz na sociedade portuguesa e preparar a pátria para a realização integral dos seus destinos.

 

Viva a República, Viva Outeiro Seco. 1912

 

João Jacinto

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
Terça-feira, 5 de Fevereiro de 2013

Achados - Objectos antigos - Serra

 

 

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Legislação de Interesse

 

Política Agrícola Comum - Sistema de Controlo da Condicionalidade

Portaria 46/2013 04/02/2013

Segunda alteração à Portaria n.º 36/2005, de 17 de janeiro que estabelece as regras nacionais de implementação do sistema de controlo da condicionalidade prevista nos artigos 4.º e 5.º do Regulamento (CE) n.º 1782/2003, do Conselho, de 29 de Setembro, e no Regulamento (CE) n.º 796/2004, da Comissão, de 21 de Abril

 

Programa de Desenvolvimento Rural do Continente (PRODER)

Portaria 47/2013 04/02/2013

Quarta alteração ao Regulamento de Aplicação da Medida n.º 2.2, «Valorização de Modos de Produção», do Subprograma n.º 2 do Programa de Desenvolvimento Rural do Continente (PRODER), que integra a Ação n.º 2.2.1, designada «Alteração de Modos de Produção Agrícola», e a Ação n.º 2.2.2, designada «Proteção da Biodiversidade Doméstica», aprovado pela Portaria n.º 229-B/2008, de 6 de março

Portaria 49/2013 04/02/2013

Terceira alteração ao Regulamento de Aplicação das Componentes Agro-Ambientais e Silvo-Ambientais da Medida n.º 2.4, «Intervenções Territoriais Integradas», do Subprograma n.º 2 do Programa de Desenvolvimento Rural do Continente, aprovado pela Portaria nº 232-A/2008, de 11 de março

 

Sistema Integrado de Protecção contra as Aleatoriedades Climáticas

Portaria 45/2013 04/02/2013

Segunda alteração ao Regulamento do Sistema Integrado de Protecção contra as Aleatoriedades Climáticas aprovado pela Portaria nº 318/2011, de 30 de dezembro

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:01

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2013

Rabo-Russo

 

 

 

 

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Domingo, 3 de Fevereiro de 2013

Tapete de flores

 

 

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 2 de Fevereiro de 2013

Perdizes

 

 

 

 

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Legislação de Interesse

 

Viticultores - Apoio Financeiro

Portaria 40/2013 01/02/2013

Cria um apoio financeiro destinado aos viticultores cujas parcelas de vinha, situadas em várias freguesias e concelhos, sofreram danos causados pela queda de granizo nos meses de maio e julho de 2012

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:01

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 1 de Fevereiro de 2013

"O Inverno vai frio" por Luís Fernandes

 

“O Inverno vai frio”

 

  

O Inverno vai frio. E triste.

 

Muito mais triste.

 

Até o luar de Janeiro, outrora tão presente, deixou de aparecer, saudoso dos serões que já não se fazem, do piar dos mouchos (mochos) e das corujas a anunciarem o maciar do tempo, do fumo das lareiras a levar-lhe a tentação do caldo do pote, e do toque das trindades agora emudecido.

 

O luar dava-nos a sombra que nos disfarçava na aproximação à casa da namorada, e iluminava a parede que subíamos para colher as doçuras da nossa amada.

 

Nesse tempo, os beijos das Raparigas tinham um sabor e um significado “Definitivos”.

 

Neste tempo, de invernos tristes e de luares escondidos, os beijos das Raparigas não têm significado e o seu sabor é a “Provisórios”!

 

 

Os fachucos de palha sumiram-se; as candeias já nem às avessas se incendeiam.

 

Os lobos deixaram de uivar à Lua.

 

E o vento já não nos traz fantasmas.

 

Agora a gente já não tem medo. Mas anda com o coração apertado.

 

Fomos criados a temer a Deus. Nas quem nos faz mal são os diabos de carne e osso.

 

E com os diabos dos Infernos bem temos podido nós!

 

Mentem-nos os padres. Enganam-nos os profetas.

 

Saem-nos ao caminho os trastes políticos.

 

Iludem-nos os santos.

 

Sonhamos com um Pátria - de paz, de trabalho, de recreio, de liberdade.

 

Acordamos numa prisão - de maus-tratos e de trabalhos forçados, de míngua de pão míngua de sede … e míngua de Justiça!

 

 

Luís Fernandes

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos

Humberto Ferreira . Berto Alferes

Pesquisar neste blog

 

Fevereiro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

Posts recentes

Castelo de Monforte de Ri...

Águas Frias

Igreja de Nossa Senhora d...

Boas notícias: CMChaves n...

Geada

Geada

Geada

Bolideira

Pedra da Bolideira

Igreja de Nossa Senhora d...

Terceiro Passo (Via Sacra...

Igreja de São Miguel (Mat...

Capela de Santana (Santa ...

Castelo de Monforte de Ri...

Castelo de Monforte de Ri...

Igreja de Nossa Senhora d...

Tanque

Solar dos Montalvões

Hoje, São Sebastião em Vi...

Dia 20, vamos até ao São ...

Dia 20, vamos até ao São ...

Igreja de São Miguel (Mat...

Igreja de Nossa Senhora d...

Nosso Senhor dos Desampar...

Azeitona

Castelo de Monforte de Ri...

Castelo de Monforte de Ri...

Ex-escolas primárias

Romã

Igreja de Nossa Senhora d...

Arquivos

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

agricultura

águas de chaves

águas frias

aldeias

alturas do barroso

ama

ambiente

amial

amiar

amnistia internacional chaves

ana maria borges

antigamente

antónio souza e silva

ao acaso

aqi

aquanatur

aquavalor

arte digital

auto da paixão

barroso

berto alferes

boticas

camera collector

casa de cultura

cerdeira

chaves

chaves em festa

cidade de chaves

cogumelos

coleccionismo

comboios

contributos

desporto

dinis ponteira

esgotos

estrada nacional 2

exposições

fauna

faustino

feira do gado

feira dos santos

fernando ribeiro

festa comunitária

festa do reco

flora

fotografia

fotografia antiga

friães

galiza

humberto ferreira

j.b.césar

joão jacinto

joão madureira

lamartinedias

laura freire

legislação

lixo

lumbudus

máquinas fotográficas antigas

montalegre

museu de fotografia

n2

natureza

notícias

o poema infinito

old cameras

olhares

orçamento participativo

orçamento participativo 2015

outeiro seco

património

políticos

poluição

poluição em chaves

portugal

rapa das bestas

recortes

religião

rio tâmega

romeiro de alcácer

rota termal e da água

santarém

são sebastião

sarraquinhos

seara

sr. luís fernandes

sr.joãojacinto

suas cabras

telhado

termas de chaves

tiago ferreira

tradições

trás-os-montes

vamos até

verin

vidago

vidago palace hotel

vintage cameras

visit chaves

vítor afonso

todas as tags

Blogues Amigos




Creative Commons License

AVISO:
A cópia ou utilização das fotografias e textos aqui publicados são expressamente proibidas, independentemente do fim a que se destinam.
Berto Alferes

Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License

Lumbudus

Tradições

Património

Coleccionismo

Fauna

Flora

Aviso




Creative Commons License

AVISO:
A cópia ou utilização das fotografias e textos aqui publicados são expressamente proibidas, independentemente do fim a que se destinam.
Berto Alferes

Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

subscrever feeds