Outeiro Seco - AQI...

Tempo Outeiro Seco
Quarta-feira, 18 de Setembro de 2013

Mentiras eleitorais - I

 

Quem percorre o concelho de Chaves por esta altura depara-se com ilegalidades por tudo quanto é canto.

 

Os jardins, rotundas, cruzamentos, bermas de estrada, etc…, enchem-se de cartazes das flores e dos flores, candidatos às juntas e câmara. Parecem estar a candidatar novamente Chaves a cidade mais florida.

 

No entanto, esquecem-se que há uma Lei que proíbe a colocação de publicidade nesses locais, sobretudo porque põem em causa a segurança rodoviária.

 

A maioria são locais onde os condutores devem circular com a máxima precaução, não devendo ser desviada a sua atenção para mensagens publicitárias colocadas ao acaso.

 

Ao lado de placas “Não pise a relva” vêem-se buracos para fixar os enormes cartazes, porque ainda são do tempo em que acham que o tamanho importa e fazem-nos numa relação de tamanho inversamente proporcional às suas caixas cranianas.

 

Pergunto onde está a fiscalização para estas situações? Provavelmente não está, porque os responsáveis são os mesmos que comentem os crimes.

 

Depois há outra questão que nos incomoda ainda mais. Se perguntarmos a qualquer membro de uma Junta de Freguesia ou aos “génios” que estão na Câmara Municipal de Chaves, porque não fazem obra ou pelo menos, porque não cumprem as promessas eleitorais (já nem me refiro às restantes) a que se comprometeram com os cidadãos, as respostas são sempre as mesmas: “A crise”ou “Não há dinheiro”.

 

Mas entre o ego, a ganância e a política, nem se apercebem que o que gastam durante uma campanha eleitoral daria para resolver muitas coisas e cumprirem muitas promessas.

 

Porque não são apenas os cartazes que contribuem para essa bola gigante de desvio de dinheiros públicos. Há ainda que ter em conta: os panfletos com qualidade de impressão fotográfica (como se isso resolvesse o problema da sua imagem), os brindes, o aluguer de outdoors publicitários, o aluguer de palcos, os custos com ocupação de espaços públicos, em jornais, revistas, entrevistas e sondagens e, não esquecendo os montantes orientados para eles próprios e afilhados, porque se há alguma coisa que a experiência nos tem demonstrado ao longo dos anos, é que ninguém anda lá por andar. Isto faz parte da pura “verdade” que alguns deles apregoam. E ainda bem que já retiraram a “honestidade”, porque basta ter a infelicidade de ter de lidar com eles para saber que não são honestos, nem nada que se aproxime a tal qualidade.

 

A verdade, que tem como inimigo o silêncio, é que a maioria das promessas eleitorais que os actuais elementos da CMChaves fizeram em relação à nossa Aldeia ficaram por cumprir. Por isso, aos poucos e para repor a verdade, vamos relembrar o que o joão batista, cabeleira, penas, frança (novamente candidatos) prometeram e não cumpriram, devido, como é óbvio “À Crise”.

 

Todos se lembrarão de uma revista publicada em 2009. A título de exemplo ficam aqui as páginas que dizem respeito à nossa Aldeia, para aqueles AQI.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
4 comentários:
De Anónimo a 18 de Setembro de 2013 às 14:47
Desabafe, Dr Humberto!
Faz-lhe bem!
Principalmente a si.
Venho aqui para admirar as suas belíssimas fotos, apenas e dou-lhe os parabéns por isso.
cumprimentos
De Luís Fernandes a 20 de Setembro de 2013 às 15:51
Com a boca amarga pela prova real de que os seus «benfeitores» são gente falsa, sem vergonha nem dignidade, este «anónimo(a)» de “18 de Setembro de 2013 às 14:47” confirma, com o sorrisinho amarelo-de-icterícia com que escreveu o comentário, o reconhecimento dos habituais desmandos, das constantes aldrabices, da desfaçatez e da incompetência que o cura João Baptista e o «pavão de Castelões», mai-los seus lacaios e engraxadores – mores, transportam nas suas mentes doentias e nos seus corações maldosos.
Essa parelha, à qual se juntaram uns tantos impostores e gosmistas, não gosta mesmo de CHAVES.
Desde sempre que estavam catalogados como gente que não presta.
Custa-me é ver alguns flavienses (e mais que um já e demasia) a fazerem figura de parvos, de patos-bravos, de lorpas ou de «ingénuos- úteis andando a lamber (tal como este anónimo/a) «o sul» destes dois trampolineiros.


Luís Fernandes
De Luís Fernandes a 18 de Setembro de 2013 às 16:10
“Efeito Pavonino”

O cura de Vila da Ponte e pavão desunham-se perdidamente nestas Eleições com o único interesse em sobreviverem e auto - perpetuarem-se na politiquice - e nunca preocupados com a verdade e a honra do compromisso que devem aos Flavienses!
Ambos já demonstraram ser gente inútil para os eleitores, para os cidadãos e para os munícipes Flavienses!
E até para os vizinhos!
Esta parelha é especialista em “dar música” aos Flavienses!
E em pregar-lhe partidas!
Sacudam-nos!!!
Mas não os atirem ao rio, senão os peixes morrem envenenados!
Nesta Eleições, há que ter muito cuidado com o «efeito pavonino»: cada voto desperdiçado no plumado «poneyzinho de Tróia», o tal «pavão de Castelões», provocará mais uma época de contratempos, desgostos, prejuízos e retrocesso aos munícipes e ao Município Flaviense!
Quanto mais tempo estes «pangaios» estiverem ligados a qualquer representatividade político-social de CHAVES mais corrompida e decadente fica a CIDADE.
Não é com gente desta que os FLAVIENSES recuperam o Prestígio nem o Respeito que merecem.

M., 18 de Setembro de 2013
Luís Fernandes
De Anónimo a 20 de Setembro de 2013 às 21:40
..........O Dr Humberto nunca vai estar satisfeito com nada nem com o trabalho de ninguem, mas se voçe sabe e è tão sábio porque não se mete no mundo da politica e assim faz algo de bom pra todos nos! Olhe que tempo tem de sobra.

Já desabafei tambèm----

Cmps

Comentar post

Humberto Ferreira . Berto Alferes

Pesquisar neste blog

 

Maio 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Coleccionismo - Equipamen...

Passarada

Coleccionismo - Equipamen...

Pegada ecológica no munic...

Coleccionismo - Equipamen...

Coleccionismo - Equipamen...

Papoilas

Coleccionismo - Equipamen...

Lilás e borboleta

Coleccionismo - Equipamen...

Coleccionismo - Equipamen...

Passarada

Coleccionismo - Equipamen...

25 de Abril - 45 anos de ...

Coleccionismo - Equipamen...

Corços

Coleccionismo - Equipamen...

Passarada

Coleccionismo - Equipamen...

Dia da Terra - Contributo...

Corços

Feliz Páscoa!

Coleccionismo - Equipamen...

Auto da Paixão de Cristo ...

Coleccionismo - Equipamen...

Pessegueiro

Coleccionismo - Equipamen...

Passarada

Coleccionismo - Equipamen...

Figueira

Arquivos

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

agricultura

águas de chaves

águas frias

aldeias

ama

ambiente

amial

amiar

amnistia internacional chaves

ana maria borges

antigamente

ao acaso

aqi

aquavalor

arte digital

auto da paixão

bagulhão

beçós

berto alferes

boticas

camera collector

carvalho

casa de cultura

castanheira da chã

cepêda

cerdeira

chaves

cogumelos

coleccionismo

comboios

contributos

corva

desporto

dinis ponteira

diogo rolim

esgotos

estrada nacional 2

exposições

fátima

fauna

faustino

feira do gado

feira dos santos

fernando ribeiro

festa do reco

flora

fotografia

fotografia antiga

friães

galiza

humberto ferreira

j.b.césar

joão jacinto

joão madureira

lama da missa

lamartinedias

laura freire

legislação

linha do corgo

lixo

lumbudus

máquinas fotográficas antigas

montalegre

museu de fotografia

n2

natureza

notícias

old cameras

olhares

orçamento participativo

orçamento participativo 2015

outeiro seco

património

políticos

poluição

poluição em chaves

portugal

rapa das bestas

recortes

religião

rio tâmega

romeiro de alcácer

rota termal e da água

santarém

sarraquinhos

seara

sr. luís fernandes

sr.joãojacinto

suas cabras

telhado

termas de chaves

tiago ferreira

tradições

vamos até

verin

vidago

vidago palace hotel

vintage cameras

visit chaves

vítor afonso

todas as tags

Favoritos

Outeiro Seco - Chaves - P...

Ocasionais

Blogues Amigos




Creative Commons License

AVISO:
A cópia ou utilização das fotografias e textos aqui publicados são expressamente proibidas, independentemente do fim a que se destinam.
Berto Alferes

Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License

Lumbudus

Tradições

Património

Coleccionismo

Fauna

Flora

Aviso




Creative Commons License

AVISO:
A cópia ou utilização das fotografias e textos aqui publicados são expressamente proibidas, independentemente do fim a que se destinam.
Berto Alferes

Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Visitas:

subscrever feeds