Outeiro Seco - AQI...

Tempo Outeiro Seco
Quarta-feira, 11 de Dezembro de 2013

Contributos - Sr. João Jacinto - "Outeiro Seco e o Estado Novo"

 

 

 

OUTEIRO SECO E O ESTADO NOVO

 

Com a subida ao poder, de António Oliveira Salazar, havia que mudar toda a estrutura do Estado, tanto a nível Nacional, como Regional e local.

 

O Distrito de Vila Real, tinha vindo a ser governado, pelo Doutor Timóteo Montalvão Machado, foi demitido pela ditadura, sendo colocado à frente do Governo do Distrito, o Tenente Horácio Assis Gonçalves, um dos do Golpe de 28 de Maio, cujo objectivo era implantar em todo o Distrito, as regras do Estado Novo.

 

(1)

 

Para isso é criada no Distrito a União Nacional, assim como a Legião Portuguesa, pois havia grande receio dos Democratas de Chaves, temendo um levantamento contra o Estado Novo. A Presidência da União Nacional, seria comandada no Distrito por um Flaviense, Doutor António Luís de Morais Sarmento, à frente da Legião Portuguesa no Concelho o Tenente Luís Borges Júnior, também veio a ocupar o cargo de Administrador do Concelho.

 

(2)

 

Outeiro Seco não ficava imune a todas estas mudanças, também formava a sua Comissão da União Nacional no ano de 1933:

Daniel Gonçalves Sevivas

João Pinto Meireles

Manuel da Costa

Joaquim Félix

Francisco Júlio Alves

Vindo mais tarde também a fazer parte dessa Comissão, Francisco Afonso.

 

Muitos eram aqueles Outeiro Secanos, que procediam ao seu alistamento na Legião Portuguesa, uns por obrigação, outros por convicção.

 

(2)

 

Em 1936 surge o alistamento do Legionário nº 435 - Firmino Pereira do Rio.

 

Já em pleno Mês de Outubro do Ano de 1937, é nomeada a Junta de Freguesia de Outeiro Seco, dela faziam parte, os seguintes nomes;

Francisco Júlio Alves

Eurico Rodrigues Afonso

Francisco Afonso

José Augusto

António Alonso

António Pantaleão

 

(2)

 

Mas os alistamento de Outeiro Secanos na Legião seguia a ritmo certo.

Ano 1937:

Legionário nº. 118 - Daniel Gonçalves Sevivas- Proprietário.

Legionário nº. - João Maria Ferreira Alves Montalvão.

Legionário nº. 1012 - Albano Dias Ferreira - Estudante.

Legionário nº 1013 - António Madeira - Jornaleiro

 

(2)

 

Já em pleno ano de 1938, em 4 de Maio, outro Outeiro Secano, assume as funções de Delegado do Comando Distrital da Legião Portuguesa o Capitão José Francisco Gonçalves Sevivas, Oficial do Batalhão de Caçadores 3 do Concelho de Chaves.

Mas ainda neste mesmo ano se alista na Legião Portuguesa, o Legionário Nº. 182 - Miguel Novais.

 

Face a todas estas mudanças, tanto a nível Nacional ou local, Outeiro Seco, seguia o seu percurso,

"LÁ IA CANTANDO E RINDO

LEVADO; LEVADO SEMPRE

PELAS TUBAS DO CLAMOR SEM FIM".

 

João Jacinto

 

(1) Bandeira da Legião Portuguesa. Fonte: Wikimédia

(2) Recrutas do Batalhão de Caçadores 3. Ano de 1942. Propriedade dos negativos e detenção dos direitos de autor: Humberto Ferreira

 

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
1 comentário:
De Nuno Santos a 12 de Dezembro de 2013 às 16:58
Considerando que a Legião Portuguesa era uma milícia com características militares, podendo intervir em defesa da pátria, em caso de ameaça comunista, não me parece que os legionários outeiro secanos aderissem em defesa desses ideais, mas antes, para obter benefícios pessoais, a titulo de empregos por exemplo.
Nuno Santos

Comentar post

Humberto Ferreira . Berto Alferes

Pesquisar neste blog

 

Dezembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

"Roquinhas"

"Níscarro"

"Cabaça"

"Níscarros"

Hoje - Sessão pública de ...

"Repolgas"

"Cardielas"

"Tortulhos"

Ninho

Lembrete - Sessão pública...

Passarada

Azeitona

"Morogos"

Gotas de chuva

Sessão pública de apresen...

Passarada

"Roquinha"

São Martinho

"Fentos"

Borboleta

Ninho

Passarada

Feira do Gado

Jerimuns

Passarada

Cogumelo

Flores

Boas notícias: 2 anos de ...

Passarada

"Cachos do rio"

Arquivos

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

agricultura

águas de chaves

águas frias

aldeias

ama

ambiente

amial

amiar

amnistia internacional chaves

ana maria borges

antigamente

ao acaso

aqi

aquanatur

aquavalor

arte digital

auto da paixão

bagulhão

beçós

berto alferes

boticas

camera collector

carvalho

casa de cultura

castanheira da chã

cepêda

cerdeira

chaves

chaves em festa

cidade de chaves

cogumelos

coleccionismo

comboios

contributos

desporto

dinis ponteira

esgotos

estrada nacional 2

exposições

fauna

faustino

feira do gado

feira dos santos

fernando ribeiro

festa do reco

flora

fotografia

fotografia antiga

friães

galiza

humberto ferreira

j.b.césar

joão jacinto

joão madureira

lamartinedias

laura freire

legislação

lixo

lumbudus

máquinas fotográficas antigas

montalegre

museu de fotografia

n2

natureza

notícias

o poema infinito

old cameras

olhares

orçamento participativo

orçamento participativo 2015

outeiro seco

património

políticos

poluição

poluição em chaves

portugal

rapa das bestas

recortes

religião

rio tâmega

romeiro de alcácer

rota termal e da água

santarém

sarraquinhos

seara

sr. luís fernandes

sr.joãojacinto

suas cabras

telhado

termas de chaves

tiago ferreira

tradições

trás-os-montes

vamos até

verin

vidago

vidago palace hotel

vintage cameras

visit chaves

vítor afonso

todas as tags

Blogues Amigos




Creative Commons License

AVISO:
A cópia ou utilização das fotografias e textos aqui publicados são expressamente proibidas, independentemente do fim a que se destinam.
Berto Alferes

Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License

Lumbudus

Tradições

Património

Coleccionismo

Fauna

Flora

Aviso




Creative Commons License

AVISO:
A cópia ou utilização das fotografias e textos aqui publicados são expressamente proibidas, independentemente do fim a que se destinam.
Berto Alferes

Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

Visitas:

subscrever feeds