Outeiro Seco - AQI...

Tempo Outeiro Seco
Sexta-feira, 29 de Outubro de 2010

75 anos da morte do Dr. Liberal Sampaio

Este foi o assunto do último comentário do Sr. João Jacinto e vamos ver se não será o do último post, mas de momento podemos utilizá-lo para apenas complementar e ilustrar a informação que nos é fornecida pelo que passo a transcrever o texto. 

 

"Caros amigos faz dia 29/10/2010, 75 anos que o Padre Liberal Sampaio, Outeiro Secano por adopção, partia com a idade de 89 anos. Um seu grande amigo na época nesse mesmo ano da sua partida 29/10/1935, escrevia o seguinte sobre tão ilustre pessoa:
 

Em 29 de Outubro findo extinguia-se docemente para a vida na sua casa de Outeiro Seco. o doutor José Rodrigues Liberal Sampaio, um dos mais poderosos cérebros da última geração, e um dos mais fulgurantes inteligências que brilharam na cátedra, e no púlpito e o foro na região de que Chaves é capital, desde muito jovem manifestou os seus dotes de inteligência. Ordenado sacerdote foi colocado como pároco na freguesia de Outeiro Seco, à qual toda a vida consagrou especial carinho, e onde dizia , passara os melhores dias da sua vida. Nesta ideia fundou um colégio que na época foi bastante frequentado, e onde estudaram muitos daqueles que na região se distinguiram nas letras, nas ciências, e nas armas. 

  

Em 1886 matriculou-se em Coimbra nos cursos de Teologia e Direito, onde arrebatou sempre as melhores notas, chegando a ser convidado pelo Doutor Avelino César Maria Calisto, onde lhe foi oferecido uma cátedra, Liberal Sampaio recusou. Terminado o curso em 1891 deixa Coimbra. No seu regresso a Outeiro Seco, continua no púlpito a arrastar fieis, não havia na comarca de Chaves ou comarcas vizinhas, causa grave ou de responsabilidade que o Dr. Liberal Sampaio não patrocinasse, sendo a primeira estrela na advocacia da região. Não havia uma pregação de orago ou sermão em que não orasse o padre Liberal SAMPAIO, SUA MAGESTADE HONROU-O ENTÃO COM O TÍTULO DE PREGADOR DA SUA REAL CASA.
 

Fez parte da Comissão para a instalação na cidade de Chaves de uma Biblioteca Municipal e um Museu Regional, o nome do Doutor Liberal Sampaio foi levantado nos escudos, aclamado pela opinião pública, acarinhado pelos que iam ter a honra de nela com ele receber ensinamentos preciosos, dados com aquela delicadeza de alma e inteligência que só da o cristão e o verdadeiro sábio. Já em idade avançada quase nonagenário trabalhava ainda algumas horas por dia, sabemos que deixou numerosos capítulos de um livro que trazia em preparação e muitas notas da história local, que a ciência não devia consentir que ficassem inéditos. 

 

Liberal Sampaio, culto e formoso espírito sacerdote do Eterno, sentindo a morte quis os socorros da Igreja de que fora seu ministro, recebeu os sacramentos do seu pároco, e adormeceu em Deus, confortado com eles, na sua casa da risonha povoação de Outeiro Seco, que tanto amar, no triste dia 29 de Outubro partiu. Caiam como lágrimas as folhas das arvores, orvalhando as ruas da povoação quando para a ultima morada caminhavam os seu restos mortais. Pois assim escrevia um seu amigo. joaojacinto"

 

  

 

 

José Rodrigues Liberal Sampaio
(Foto gentilmente cedida pela família Montalvão Cunha)

 

 

 

Entretanto, nas várias recolhas de informações que conjuntamente com o Luís Montalvão do Blog Velharias do Luís temos vindo a realizar, surgiram milhares de documentos, não só sobre a família Montalvão, mas também sobre a Aldeia e as nossas gentes.

 

 

 

 

Cópia da Certidão de Nascimento.

 

 

Nasceu a 29/07/1846, na Aldeia do Antigo, freguesia de Santa Maria de Sarraquinhos, concelho de Montalegre, de ascendência materna dessa mesma localidade e paterna de Soutelo do concelho de Chaves, acabou por fixar-se na nossa Aldeia.

 

 

 

 

 

 

 

Cópias dos documentos que capeiam a Inquirição de Génere e de Património de José Rodrigues Liberal Sampaio relativos aos anos de 1864 e 1965, respectivamente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 Cópias dos comprovativos da conclusão dos cursos de Teologia e Direito em 02/07/1891 e 18/07/1891, respectivamente.

 

 

 

 

 

 

Cópias comprovativas da sua inscrição na Ordem dos Advogados e de um dos recibos de pagamento da quota de Quinze Escudos, relativa ao mês de Agosto de 1930. E se estas também servem como provas de que continuou a trabalhar até a uma idade avançada, há outras, como a seguinte, que nos indica que ainda no ano anterior à sua morte recebia correspondência (06/10/1934), o que demonstra também que continuava mentalmente activo.

 

 

 

Também entre as informações recolhidas se comprova que o Dr. Liberal Sampaio fez parte da Comissão Instaladora da Biblioteca e do Museu Regional de Chaves em 28/05/1931.

   

  

Depois aparecem sempre curiosidades, muitas mesmo, algumas que nos deixam apenas a pensar... 

 

 

 

  

outras que nos intrigam...

 

  

e, aquelas que nos deixam tristes, muito tristes.

 

 

 

  

Para quem se interesse por saber, é a chave do caixão da Da. Maria do Espírito Santo, falecida e sepultada em 1902 na Capela de Santa Rita. Hoje está debaixo de ruínas, escombros e lixo.

 

 

Maria do Espírito Santo
(Foto gentilmente cedida pela família Montalvão Cunha)
Publicado por Humberto Ferreira às 00:02

Link do post | Adicionar aos favoritos
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Humberto Ferreira . Berto Alferes

Pesquisar neste blog

 

Setembro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Posts recentes

Hoje - Festa de Nossa Sen...

Capela de Na. Sra. da Por...

Travassos do Rio - Montal...

Vale de Lagares

Padornelos - Montalegre

Igreja de São Miguel (Mat...

Outros Olhares - Vítor Af...

Vidago - Chaves

Nosso Senhor dos Desampar...

Chaves

Igreja de Nossa Senhora d...

Castelo de Monforte de Ri...

Moinho das Freiras

Pedra de mesa

Vidago - Chaves

AMA - Evolução das obras

Três cruzes (via sacra)

Chaves

Tanque

Capela de Santana / Santa...

Castelo de Monforte de Ri...

Solar dos Montalvões

Capela de Na. Sra. da Por...

Chaves

Capela de N. Sr. dos Pass...

Igreja de Nossa Senhora d...

Castelo de Monforte de Ri...

Águas Frias

Igreja de Nossa Senhora d...

Boas notícias: CMChaves n...

Arquivos

Setembro 2020

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

agricultura

águas de chaves

águas frias

aldeias

alturas do barroso

ama

ambiente

amial

amiar

amnistia internacional chaves

ana maria borges

antigamente

ao acaso

aqi

aquanatur

aquavalor

arte digital

auto da paixão

barroso

berto alferes

boticas

camera collector

casa de cultura

castelo de monforte de rio livre

cerdeira

chaves

chaves em festa

cidade de chaves

cogumelos

coleccionismo

comboios

contributos

desporto

dinis ponteira

esgotos

estrada nacional 2

exposições

fauna

faustino

feira do gado

feira dos santos

fernando ribeiro

festa comunitária

festa do reco

flora

fotografia

fotografia antiga

friães

galiza

humberto ferreira

j.b.césar

joão jacinto

joão madureira

lamartinedias

laura freire

legislação

lixo

lumbudus

máquinas fotográficas antigas

montalegre

museu de fotografia

n2

natureza

notícias

o poema infinito

old cameras

olhares

orçamento participativo

orçamento participativo 2015

outeiro seco

património

políticos

poluição

poluição em chaves

portugal

rapa das bestas

recortes

religião

rio tâmega

romeiro de alcácer

rota termal e da água

santarém

são sebastião

sarraquinhos

seara

sr. luís fernandes

sr.joãojacinto

suas cabras

telhado

termas de chaves

tiago ferreira

tradições

trás-os-montes

vamos até

verin

vidago

vidago palace hotel

vintage cameras

visit chaves

vítor afonso

todas as tags

Blogues Amigos




Creative Commons License

AVISO:
A cópia ou utilização das fotografias e textos aqui publicados são expressamente proibidas, independentemente do fim a que se destinam.
Berto Alferes

Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License

Lumbudus

Tradições

Património

Coleccionismo

Fauna

Flora

Aviso




Creative Commons License

AVISO:
A cópia ou utilização das fotografias e textos aqui publicados são expressamente proibidas, independentemente do fim a que se destinam.
Berto Alferes

Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

subscrever feeds