Outeiro Seco - AQI...

Tempo Outeiro Seco
Quarta-feira, 26 de Maio de 2010

Propagação de árvores e plantas

A propagação de árvores e plantas é um dos meus passatempos (é verdade que já foi mais), mas nos últimos anos a maioria das árvores que plantámos têm saído de uma pequena estufa junto à casa de meus pais.

 

Embora haja árvores cuja propagação se faça tanto por estaca como por semente é, através da leitura de livros, da informação que retiro da internet, mas sobretudo da experiência que utilizo uma ou outra para chegar aos resultados que pretendo.

 

Por exemplo, todos os tipos de carvalhos se propagam facilmente através da bolota. É esperar pela época da sua maturação, colhê-las e lança-las imediatamente à terra e na primavera germinarão. As espécies autóctones são o carvalho alvar e o negral, que se distinguem perfeitamente, quer pela folhagem, quer pelo casco da madeira.

 

Outro exemplo, é o choupo ou o plátano que se propagam muito mais facilmente através de estacas, podem ser enterradas no Outono ou na Primavera, neste último caso, em terrenos mais húmidos.

 

Por fim, deixarei outro exemplo curioso. Comprei através da internet seis sementes de sequóia da variedade sempervirens, vindas dos EUA. Das seis, apenas germinaram três e dessas três apenas sobreviveu uma planta.

Pois a partir dessa planta, vim a descobrir, após várias experiência que poderia ser propagada por estaca, desde que se seguissem determinados procedimentos. Este anos, após 5 anos de ter adquirido as sementes, já pudemos plantar as primeiras 70 árvores. Fiquei satisfeito.

Estou a tentar descobrir uma forma de fazer o mesmo com as sequóias giganteum, mas, tenho a impressão de ainda estar longe de um resultado satisfatório.

 

Pode ser que um dia, que por certo não chegarei a ver, exista um mini bosque de sequóias em Vale Salgueiro a simular os extensos bosques dos EUA e com um pequeno General Sherman do Sequoia National Park, a este de Visalia, na Califórnia e cujos dados, resumidos, em 2002 eram, segundo a Wikipédia:

- 83,8 m de altura;

- 31,3 m de circunferência na base;

- 11,1 m de diâmetro na base;

- 1.487 m3 de madeira.

 

As fotos que se seguem, são de algumas plantas que reproduzo. Não têm muita qualidade, uma vez que a maioria foram tiradas com o telemóvel, mas dá para ficar com uma ideia.

 

 

 
Publicado por Humberto Ferreira às 00:39

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
7 comentários:
De geno figueiras a 26 de Maio de 2010 às 07:15

SERES HUMANOS: ATENÇÃO



As flores brotam profusamente da terra.
São aquecidas pelo sol, banham-se no orvalho da manhã, e recebem da natureza pródiga o necessário para que se desenvolvam belas e vivazes. Cada uma delas nasceu de uma pequena semente, germinada através do tempo.
O ser humano também é banhado pela luz do sol, pelo frescor do orvalho, pela carícia da brisa, pelo amor de Deus mas, incoerentemente, não se apercebe de nada disso. Dentro do seu egoísmo, acredita que tudo o que existe ao seu redor é para que ele possa tirar proveito.
Durante o seu caminhar pela vida, este ser "humano" não se preocupa em perceber as coisas mais singelas que existem ao seu redor. Coisas estas que trariam satisfação, luz, brilho e alegria ao seu espírito. Mas como são tão simples e fazem parte constante do seu dia-a-dia, ele não se apercebe de sua existência: o ar puro, o trabalho constante das árvores para limpar a atmosfera do planeta em que vive, o cantar dos pássaros, o colorido das flores...
O ser humano só consegue olhar para a natureza e enxergar uma imagem inócua, às vezes bizarra, pois a sua sensibilidade não está preparada ou aflorada para perceber tais sutilezas.
O ser humano, desumano, percorre a vida pensando somente em usufruir aquilo que a terra lhe dá, sem preocupar-se em dar-lhe um pouco mais de atenção e trato.
Atenção ser "humano": o planeta já quase não tem mais forças para conseguir reagir. No momento em que ele extinguir os seus mananciais de alimento, de onde você tirará o seu sustento?
Atenção ser "humano": ainda resta uma grande parte do planeta que pode escapar da destruição.
Atenção seres "humanos": unam-se e lutem para conseguir libertar o seu pobre planeta da degradação.
Se todos vocês, um a um, unirem-se num grande mutirão, salvarão o seu planeta da completa e total destruição.
Atenção seres "humanos": fiquem atentos, pois, para a sua própria evolução, vocês precisam que este grande planeta lhes dê guarida e permita-lhes nele viver e sobreviver.
Atenção seres "humanos", muita atenção para não deixarem o planeta fenecer.
De geno figueiras a 26 de Maio de 2010 às 07:18
bom dia para todos,
A luz que brilha ao nosso redor
vem nos iluminar a vida.
Enche os corações de esperança,
faz crescer os seres vegetais,
ilumina a todos sem distinção.
Para ela não há credos,
raças ou posições hierárquicas.
Lá está, ela todos os dias, linda.
Depende só de como olhamos para ela.
Às vezes, achamos que é boa,
outras a renegamos,
mas seu esplendor, no entanto, é de rei...
E lá, partindo da imensidão,
segue até onde possa, com seus raios,
iluminar.
Sem ela não haveria vida; nada, aliás.
A natureza suprema a solicitou
e o Pai a criou.
Basta que para ela olhemos
para que nos iluminemos.

De Humberto Ferreira a 26 de Maio de 2010 às 09:43
Olá Geno,
Obrigado pelos comentários.
Um abraço,
Berto
De Lena a 26 de Maio de 2010 às 14:06
Olá!

Deixo um convite: Junte-se a nós no dia 10 de Junho, no Convento dos Frades Franciscanos, em Trancoso, num duplo evento: «Encontro de Bloggers e lançamento do livro "Aldeias Históricas de Portugal – Guia Turístico". Para estar presente, envie um mail para aminhaldeia@sapo.pt a solicitar o formulário de inscrição e o programa das festividades. Faça-o com antecedência, pois as inscrições são até dia 2 de Junho.

Abraço
Lena
De Humberto Ferreira a 26 de Maio de 2010 às 15:55
Olá Lena,
Gostaria de começar por agradecer-lhe a visita a este blog e, como não, ao convite que me é dirigido, de que teria muito gosto em estar presente, mas que vou ser obrigado a declinar por motivos de saúde, que neste momento me impedem de fazer viagens tão longas.
De qualquer forma, enviarei um mail para o vosso endereço, para acordarmos uma forma de oder adquirir o livro.
Muito obrigado,
Berto
De JAS a 26 de Maio de 2010 às 21:03
O POSTE DE HOJE É MUITO INTERESSANTE,EU TAMBEM GOSTO MUITO DE PLANTAR ARVORES E OUTRAS PLANTAS (NADA QUE SE POSSA COMPARAR COM O BERTO ) ADORO ASSISTIR AO SEU CRESCIMENTO,SÓ É PENA QUE DE VEZ EM QUANDO O SÃO PEDRO NOS PREGUE UMAS PARTIDAS COMO FOI O CASO DA GEADA DESTE ANO QUE ME FEZ A VINDIMA MUITO ANTES DE TEMPO...
UM ABRAÇO!
De Humberto Ferreira a 26 de Maio de 2010 às 21:14
Olá João,
Eu faço a maioria da propagação das árvores e plantas em estufa.
Procuro reproduzir árvores ou autóctones ou resistentes às geadas, mas com as plantas é um bocado diferente, este ano a maioria tem a vindima feita.
Por falar nisso, a videira também se propaga pelas grainhas (sementes) e germinam bastante bem, ainda não cheguei à conclusão se são da espécie a que pertencia a semente. Tenho de aguardar.
Um abraço,
Berto

Comentar post

Humberto Ferreira . Berto Alferes

Pesquisar neste blog

 

Fevereiro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

Posts recentes

Castelo de Monforte de Ri...

Águas Frias

Igreja de Nossa Senhora d...

Boas notícias: CMChaves n...

Geada

Geada

Geada

Bolideira

Pedra da Bolideira

Igreja de Nossa Senhora d...

Terceiro Passo (Via Sacra...

Igreja de São Miguel (Mat...

Capela de Santana (Santa ...

Castelo de Monforte de Ri...

Castelo de Monforte de Ri...

Igreja de Nossa Senhora d...

Tanque

Solar dos Montalvões

Hoje, São Sebastião em Vi...

Dia 20, vamos até ao São ...

Dia 20, vamos até ao São ...

Igreja de São Miguel (Mat...

Igreja de Nossa Senhora d...

Nosso Senhor dos Desampar...

Azeitona

Castelo de Monforte de Ri...

Castelo de Monforte de Ri...

Ex-escolas primárias

Romã

Igreja de Nossa Senhora d...

Arquivos

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

agricultura

águas de chaves

águas frias

aldeias

alturas do barroso

ama

ambiente

amial

amiar

amnistia internacional chaves

ana maria borges

antigamente

antónio souza e silva

ao acaso

aqi

aquanatur

aquavalor

arte digital

auto da paixão

barroso

berto alferes

boticas

camera collector

casa de cultura

cerdeira

chaves

chaves em festa

cidade de chaves

cogumelos

coleccionismo

comboios

contributos

desporto

dinis ponteira

esgotos

estrada nacional 2

exposições

fauna

faustino

feira do gado

feira dos santos

fernando ribeiro

festa comunitária

festa do reco

flora

fotografia

fotografia antiga

friães

galiza

humberto ferreira

j.b.césar

joão jacinto

joão madureira

lamartinedias

laura freire

legislação

lixo

lumbudus

máquinas fotográficas antigas

montalegre

museu de fotografia

n2

natureza

notícias

o poema infinito

old cameras

olhares

orçamento participativo

orçamento participativo 2015

outeiro seco

património

políticos

poluição

poluição em chaves

portugal

rapa das bestas

recortes

religião

rio tâmega

romeiro de alcácer

rota termal e da água

santarém

são sebastião

sarraquinhos

seara

sr. luís fernandes

sr.joãojacinto

suas cabras

telhado

termas de chaves

tiago ferreira

tradições

trás-os-montes

vamos até

verin

vidago

vidago palace hotel

vintage cameras

visit chaves

vítor afonso

todas as tags

Blogues Amigos




Creative Commons License

AVISO:
A cópia ou utilização das fotografias e textos aqui publicados são expressamente proibidas, independentemente do fim a que se destinam.
Berto Alferes

Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License

Lumbudus

Tradições

Património

Coleccionismo

Fauna

Flora

Aviso




Creative Commons License

AVISO:
A cópia ou utilização das fotografias e textos aqui publicados são expressamente proibidas, independentemente do fim a que se destinam.
Berto Alferes

Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

subscrever feeds