Outeiro Seco - AQI...

Tempo Outeiro Seco
Terça-feira, 12 de Maio de 2015

Terrenos expropriados para diversão de alguns - Vale Salgueiro - Outeiro Seco - Chaves

 

Todos se lembram quando em 2004 o cabeleira e os seus amigos joão batista, carlos frança e a própria Junta de Freguesia, se reuniam para expropriar terrenos na nossa Aldeia com o fim específico de aí instalar o parque de actividades, a plataforma logística e o mercado abastecedor.

 

_D754014.JPG

 

Segundo todos eles, eram inúmeras as vantagens para a nossa Aldeia. Sem esquecer os postos de trabalho que se iriam criar em especial para amigos e afins.

 

Mais de uma década depois temos os resultados à vista de todos. Não há dúvida que são uns visionários com uma inteligência fora do comum.

 

_D754003.JPG

 

Como já aqui referi muitas vezes, o código das expropriações proibe que as expopriações que se destinam a determinado fim sejam utilizadas para fins diferentes. Por outro lado, o mesmo código também estipula que não devem ser expropriados mais bens do que aqueles que são necessários para um determinado fim.

 

Depois ainda há o problema da aplicação dos fundos comunitários. É o mesmo que uma empresa obter apoios para remodelar uma loja comercial, por exemplo, e aplicar esses apoios na aquisição de uma viatura ou para irem de férias. Acho que estão a ver o que lhes aconteceria.

 

_D754005.JPG

 

Não é preciso estar muito atento para ver que tanto a CMChaves como a Junta de Freguesia infingiram várias normas.

 

A mais flagrante é a expropriação de uma área muito superior aquela que necessitavam. As empresas instaladas nos parques em Vale Salgueiro, caberiam todas na antiga zona industrial e ainda sobraria espaço para outras tantas.

 

Depois temos a ocupação do mercado abastecedor por empresas que a CMChaves aí instalou ilegalmente, uma vez que os edifícios se destinavam ao mercado abastecedor.

 

_D754007.JPG

 

Este fim-de-semana tiveram a brilhante ideia de lá instalar provas ou exibições de todo terreno. Ou seja, utilização de espaços expropriados com a finalidade de ali instalar empresas, em áreas que excedem aquelas que são necessárias. Continuo a achar que são uns visionários com uma inteligência fora do comum. Eu até gosto de todo terreno, mas que o façam em locais apropriados para esse fim (Montalegre por exemplo) e não em áreas expropriadas para fins diversos. 

 

Por um lado, gostava de saber quanto é que as CMChaves e Juntas de Freguesia (no plural) têm lucrado com toda esta operação; por outro, onde é que instalaram as casas de banho para toda aquela gente. A primeira nem sequer imagino pois na lista do SwissLeaks não vinha lá nada e ainda não apareceu nenhuma lista com as contas em Espanha e outros países. Quanto à segunda, acho que todos sabemos que as linhas de água sofreram mais um incremento de esgotos.

 

E aqui temos Vale Salgueiro e Outeiro Seco como a Capital dos Esgotos e da Poluição. Parabéns a todos os envolvidos.

 

_D753997.JPG

 

  

Publicado por Humberto Ferreira às 00:05

Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Humberto Ferreira . Berto Alferes

Pesquisar neste blog

 

Julho 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

Nosso Senhor dos Desampar...

Chaves

Igreja de Nossa Senhora d...

Castelo de Monforte de Ri...

Moinho das Freiras

Pedra de mesa

Vidago - Chaves

AMA - Evolução das obras

Três cruzes (via sacra)

Chaves

Tanque

Capela de Santana / Santa...

Castelo de Monforte de Ri...

Solar dos Montalvões

Capela de Na. Sra. da Por...

Chaves

Capela de N. Sr. dos Pass...

Igreja de Nossa Senhora d...

Castelo de Monforte de Ri...

Águas Frias

Igreja de Nossa Senhora d...

Boas notícias: CMChaves n...

Geada

Geada

Geada

Bolideira

Pedra da Bolideira

Igreja de Nossa Senhora d...

Terceiro Passo (Via Sacra...

Igreja de São Miguel (Mat...

Arquivos

Julho 2020

Junho 2020

Maio 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Julho 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Julho 2018

Junho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

tags

agricultura

águas de chaves

águas frias

aldeias

alturas do barroso

ama

ambiente

amial

amiar

amnistia internacional chaves

ana maria borges

antigamente

ao acaso

aqi

aquanatur

aquavalor

arte digital

auto da paixão

barroso

berto alferes

boticas

camera collector

casa de cultura

castelo de monforte de rio livre

cerdeira

chaves

chaves em festa

cidade de chaves

cogumelos

coleccionismo

comboios

contributos

desporto

dinis ponteira

esgotos

estrada nacional 2

exposições

fauna

faustino

feira do gado

feira dos santos

fernando ribeiro

festa comunitária

festa do reco

flora

fotografia

fotografia antiga

friães

galiza

humberto ferreira

j.b.césar

joão jacinto

joão madureira

lamartinedias

laura freire

legislação

lixo

lumbudus

máquinas fotográficas antigas

montalegre

museu de fotografia

n2

natureza

notícias

o poema infinito

old cameras

olhares

orçamento participativo

orçamento participativo 2015

outeiro seco

património

políticos

poluição

poluição em chaves

portugal

rapa das bestas

recortes

religião

rio tâmega

romeiro de alcácer

rota termal e da água

santarém

são sebastião

sarraquinhos

seara

sr. luís fernandes

sr.joãojacinto

suas cabras

telhado

termas de chaves

tiago ferreira

tradições

trás-os-montes

vamos até

verin

vidago

vidago palace hotel

vintage cameras

visit chaves

vítor afonso

todas as tags

Blogues Amigos




Creative Commons License

AVISO:
A cópia ou utilização das fotografias e textos aqui publicados são expressamente proibidas, independentemente do fim a que se destinam.
Berto Alferes

Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License

Lumbudus

Tradições

Património

Coleccionismo

Fauna

Flora

Aviso




Creative Commons License

AVISO:
A cópia ou utilização das fotografias e textos aqui publicados são expressamente proibidas, independentemente do fim a que se destinam.
Berto Alferes

Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Unported License.

subscrever feeds